https://mobirise.com/

Roteiro 1 - Remanso e Escondida

Cachoeira do Remanso

Altura: 75mts
Percurso Total: 880mts
Grau de Dificuldade: 1
Tempo de Ida e Volta: 15 minutos
Localização: Localizada no Rolantinho da Areia
Descrição: "Cachoeira imprópria para banho" - Nesta cachoeira funcionava uma micro-usina hidrelétrica que fornecia energia para o Parque, atualmente desativada. A queda d'água da Remanso acontece em dois estágios, provocando curva no curso d'água que garante uma beleza diferenciada. Na base do imponente paredão de pedra da Remanso formou-se uma espécie de caverna com aproximadamente dois metros de altura e profundidade de quatro metros.

Cachoeira da Escondida

Altura:40mts
Percurso Total: 1770mts
Grau de Dificuldade: 2
Tempo de Ida e Volta: 30 minutos
Localização: Localizada no Arroio do Padre
Descrição: A trilha para esta cachoeira exige mais dos visitantes. Logo no início é possível entender porque a cachoeira recebe este nome. Além do caminho sinuoso, em virtude da vegetação, enormes rochas que tombaram do Cânion ao longo dos anos, também desafiam o visitante. A trilha atravessa uma floresta de cedros e corticeiras serranas e sua queda d'água possui uma altura de 30 metros. A água se esparrama pelo paredão de pedra que possui cerca de dez metros de largura.

Roteiro 2 - Cachoeiras da Neblina e Ronda

Cachoeira da Neblina

Altura: 45mts
Percurso Total: 2160mts
Grau de Dificuldade: 3
Tempo de Ida e Volta: 30 minutos
Localização: Rio Rolantinho da Areia, a 500mts do Lago São Bernardo.
Descrição: "Cachoeira imprópria para banho" - Para chegar as cachoeiras Neblina e Ronda, o visitante percorre uma rota diferente das demais. Até o acesso a trilha que leva à Neblina é necessário caminhar cerca de 620 metros em um terreno plano e sem obstáculos. Ao ingressar na trilha, o visitante percorre mais 460 metros até a cachoeira. O percurso atravessa uma mata virgem, composta principalmente por canelas e xaxins. Uma escada que auxilia na descida de um barranco é o trecho mais complicado da trilha. A cachoeira tem altura de 45 metros e não possui área para banho.

Cascata da Ronda

Altura: 100mts
Percurso Total: 2460
Grau de Dificuldade:3
Tempo de Ida e Volta: 40 minutos
Localização: Situada no Arroio da Ronda.
Descrição: "Cachoeira imprópria para banho" - Caminho estreito, subidas íngremes e um terreno acidentado são apenas alguns obstáculos que o visitante encontra na trilha para a cachoeira Ronda. Literalmente, há muitas pedras no caminho e algumas, inclusive, servem como ponte para atravessar um riacho. É necessária muita atenção do visitante para evitar acidentes principalmente com o limo que fica nas pedras. A maior dificuldade do percurso fica nos 50 metros finais onde o visitante precisa subir em um terreno acidentado. Atenção e equilíbrio são essenciais. A trilha atravessa uma mata frondosa, na qual se destacam enormes pés de xaxins. Com uma queda de 100 metros, a Ronda é a mais alta do parque e em períodos de muita chuva sua beleza torna-se mais exuberante. Enormes pedras no leito do riacho inviabilizam o banho no local.

Roteiro 3 - Cachoeiras Pilões e Ravina

Cachoeiras Pilões

Altura: 30mts
Percurso Total: 1770mts
Grau de Dificuldade: 4
Tempo de Ida e Volta: 1 hora
Localização: Localizada no Rolantinho da Areia.
Descrição: A primeira na rota das quatro cachoeiras com maiores dificuldades de acesso. Fica no mesmo caminho da cachoeira da Ravina e seu maior desafio é uma escadaria íngreme de 25 metros que o visitante precisa vencer para chegar à queda d'água de mais de 30 metros de altura. Por esse motivo a administração não recomenda o passeio para pessoas com medo de altura.

Cachoeira Ravina

Altura: 35mts
Percurso Total: 1870mts
Grau de Dificuldade: 5
Tempo de Ida e Volta: 1 hora e 30 minutos
Localização: Localizada no Rolantinho da Areia.
Descrição:
Boa parte da trilha para a cachoeira Ravina é a mesma da Pilões. No seu percurso o visitante encontra as cascatinhas dos Xaxins, Perau Redondo e o Templo da Ravina, todas próprias para banho. A trilha possui alto nível de dificuldade exigindo bastante esforço do visitante e não é indicada para idosos, pessoas com problemas cardíacos, sedentárias e que tenham medo de altura. Além da escadaria, para visualizar sua queda de mais de 35 metros o visitante precisa percorrer um trecho por dentro do rio. Em caso de chuva durante a caminhada o visitante é orientado a retornar, pois o rio pode encher rapidamente.

Roteiro 4 - Cachoeiras Quatrilho e Gêmeas Gigantes

Cachoeira do Quatrilho

Altura: 40mts
Percurso Total: 4880mts
Grau de Dificuldade: 4
Tempo de Ida e Volta: 2 horas e 30 minutos
Localização: Situada no arroio Malakow.
Descrição: O primeiro desafio para a cachoeira do Quatrilho é uma ponte improvisada sobre o Rio Rolantinho da Areia onde é necessário ter muito equilíbrio. Enormes paredões formam o cenário neste terreno acidentado e bastante estreito. Perto da cachoeira há uma escada que facilita o seu acesso. A Quatrilho é a cachoeira do parque mais indicada para banho e seus quatro patamares de poços são um convite para o visitante se refrescar. Sua queda tem 40 metros de altura e acontece em dois estágios o que lhe garante uma beleza única.

Cachoeira das Gêmeas Gigantes

Altura: 98mts
Percurso Total: 10180mts
Grau de Dificuldade: 5
Tempo de Ida e Volta: 5 horas
Localização: Situada no mesmo percurso do Quatrilho.
Descrição: "Cachoeira imprópria para banho" A Cachoeira Gêmeas Gigantes é o maior desafio para o visitante e seu percurso de ida e a volta demanda pelo menos 5 horas de caminhada. Por essa razão a trilha só pode ser iniciada antes do meio-dia. Seu percurso atravessa por 22 vezes o arroio Malakow e em alguns pontos é necessário passar com água na altura dos joelhos. Pelo alto nível de dificuldade a administração recomenda que a caminhada só seja feita por pessoas com experiência e bom preparo físico. Não é permitido fazer esta trilha em épocas de chuva. Assim como na Ravina, se chover durante o trajeto o visitante deve retornar em função do rio que enche rapidamente. Outro cuidado que o visitante deve observar é durante as travessias no Malakow, pedras com limo deixam o caminho ainda mais complicado e escorregadio. A queda d'água tem 98 metros e é a segunda mais alta do Parque. Os dois feixes de água que caem paralelamente deram origem ao nome “Gêmeas Gigantes”. É bastante indicada para banho assim como a Cachoeira do Quatrilho.

Indique aos amigos: